Buscar

Em busca da tão almejada Previsibilidade Orçamentária...

Reforma da Previdência em discussão, mercado e economia com grandes expectativas para a retomada da produção; momento oportuno para planejar e rediscutir a Saúde e Segurança Ocupacional da sua empresa.


Com o advento do Nexo Técnico Epidemiológico – NTEP (Nexo entre causa e efeito das doenças laborais e a atividade que exerce um trabalhador) e do Fator Acidentário de Prevenção - FAP (Fator em percentual multiplicador da taxa do seguro obrigatório de acidente do trabalho) o legislador - à exemplo do que faz há tempos a iniciativa privada - através dos planos de saúde, seguros de vida, planos de aposentadorias e previdência dentre outros - desenvolveu uma forma de sobretaxar os empregadores pelos agravos ocasionados à saúde do trabalhador e, assim buscar o equilíbrio entre a arrecadação tributária do Seguro obrigatório para Acidente de Trabalho - SAT e as indenizações pagas pelo SUS e Previdência Social ao trabalhador.


Com este panorama e mais recentemente com a criação e a implantação do E-SOCIAL (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) sistema em que empregadores passarão a comunicar ao Governo, de forma unificada, as informações relativas aos trabalhadores, como: vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS; as empresas minimamente preocupadas com sua sobrevivência e sem descuidarem de pontos vitais como:

- A saúde do trabalhador, o orçamento tributário, a segurança jurídica das relações trabalhistas e com a contenção de perdas e prejuízos estão obrigadas a desenvolver ação estratégica e integrada para cuidar destes assuntos, sob pena de deixarem de existir.


É de suma importância lembrar que, se por um lado existem "parceiros" privados pouco comprometidos com resultados e a economia de caixa de seus clientes, por outro existe o governo com ávido apetite arrecadatório e advogados de “porta de empresa” prontos em atacar ao menor sinal de desatenção.


Dentre todas estas “ameaças” não contabilizamos ainda o impacto que a falta de amparo e gestão a saúde do trabalhador têm no custo final dos produtos e serviços das empresas, causando a atemorizante perda de receita e falta de competitividade e cumprimento dos prazos.


A MultPartner | Seguros & Benefícios, desenvolveu junto à grandes e especializados “partners” do mercado segurador, soluções que visam promover não somente a saúde assistencial dos trabalhadores, mas sobretudo, a saúde e longevidade financeira das organizações a fim de que mesmo em tempos de incertezas econômicas e jurídicas de toda sorte, se possa avistar o mínimo de "terra firme" no horizonte.


Quer saber mais?


Fale conosco!


#segurançaocupacional #multpartner

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo